Aumente a lucratividade de sua cafeteria com FrappéMix

O nome frappé vem do francês e significa “batido”. Quando usado para definir um tipo de bebida, muito popular nos cardápios das cafeterias, amplia seu significado para “batido com gelo”.

Como parte integrante do menu de uma cafeteria, o frappé popularizou-se no Brasil com a chegada da Starbucks e seu famoso Frappuccino®.

O frappé atende aos anseios dos novos consumidores de café, os Millennials. De maneira geral, eles são apresentados ao mundo do café pelas bebidas mais doces e cremosas. A partir delas, adquirem o hábito de sair andando com seu copo de frappé na mão (coffee to go).

Mas… qual é o segredo para se fazer um bom frappé?

Primeiro, um bom equipamento. Sem um “blender” ou liquidificador profissional, sua bebida corre o risco de sair aguada ou com pedaços de gelo.

Segundo, os ingredientes que darão o sabor. Os frappés podem ter diversos sabores, mas, em geral, associa-se o café como elemento básico. Portanto, se você usar um café de má qualidade, terá um frappé de má qualidade. Para criar variações de sabor, você pode adicionar um xarope (preferencialmente sem conservanes) ao café. Existem também os frappés de frutas, mas estes recebem uma outra denominação – smoothies (falaremos disto em outro blog).

Terceiro, o gelo. Mesmo com um equipamento adequado, se você usar um gelo muito “mole” ou muito “duro”, terá problemas para chegar ao ponto ideal. Um gelo “mole”, em geral feito em forminhas de geladeira doméstica, irá derreter rapidamente ao ser batido e não formará os floquinhos necessários que dão a sensação de frescor do frappé. Já se você utilizar um gelo muito “duro”, como os comprados em sacos nos postos de gasolina, gastará mais tempo batendo e ainda corre o risco de restarem alguns pedacinhos na bebida. Portanto, é importante ter uma máquina de gelo. Não hesite em comprá-la, pois o investimento lhe trará muito dinheiro de volta (ROI – Retorno Sobre Investimento).

Quarto, a consistência. Como chegar à consistência ideal para servir, garantindo que a bebida se mantenha da mesma forma até ser consumida? Para isso você precisa utilizar uma base que possua elementos que criem essa consistência. Essa base pode ser um sorvete ou o Frappemix.

Quais as vantagens de se usar o Frappemix?

1. O Frappemix é shelf stable, isto é, conservado em temperatura ambiente. Portanto, diferentemente do sorvete, não precisa ser mantido em um freezer, o que lhe trará uma grande economia;

2. Facilidade de dosagem na receita. Diferentemente do sorvete, que demanda certo esforço para que se consiga manter o padrão da bola do sorvete a cada receita, o Frappemix pode ser medido facilmente com o dosador.
3. É incrivelmente mais saudável, se comparado com as marcas tradicionais de sorvete. O Frappemix contém apenas 1% de gordura, contra 10% dos sorvetes;

4. O Frappemix tem 4 variações de sabor: base neutra, base baunilha, base iogurte e base cappuccino. Para os frappés de café, as bases que mais combinam são baunilha e cappuccino. A primeira, para ser misturada com café espresso ou cold brew, e a segunda, para os locais que não têm preparo de café e querem servir esse tipo de frappé, pois já vem com café arábica solúvel liofilizado.

Outra pergunta que você deve estar fazendo é: Mas… eu ganho dinheiro vendendo frappé?

A resposta é sim, ganha e muito. O frappé tem uma percepção de valor alta. Geralmente servido em copos de 300 ml (pequeno) a 600 ml (grande), com uma bonita decoração, em geral coberto com chantilly e caldas, pode ser vendido por valor de 4 a 6 vezes maior que o custo da bebida.

Então, já tem frappés no seu cardápio? Já está usando o Frappemix?
Ainda não? Faça já o seu cadastro e veja o que a Flavors tem para lhe ajudar a ganhar mais dinheiro: http://cliente.flavors.com.br/novocliente

Gostou? Quer saber mais? Acesse nossa loja online e conheça as opções de FrappesMix: http://flavors.com.br/flari/

Leave your thought