Bons utensílios têm papel importante na hora de preparar aquele café especial

Reportagem superinteressante publicada em abril de 2021 no jornal Estadão mostra que os coffee lovers vêm se aprimorando tecnicamente no preparo do café, durante a pandemia. A barista, torrefadora de café e produtora de conteúdo Maíra Teixeira afirma que o isolamento social levou as pessoas a consumirem mais café especial em casa. Como consequência, aumentou a busca por conhecimento e qualidade no mundo do café. “São dois tipos de consumidores: aquele que já tinha um conhecimento e partiu para a busca de conteúdos avançados para reproduzir em casa; e aquele iniciante que entendeu que, além do consumo tradicional, existem outras experiências possíveis”, analisa.

Nesse contexto, perguntada sobre quais equipamentos ou métodos as pessoas deveriam ter em casa, para preparar um ótimo café, Isabela Raposeiras, dona do Coffee Lab, responde ao Estadão que o mais importante é o moedor, além, claro, de grãos e água de boa qualidade. Quanto ao método de preparo, “a pessoa pode experimentar vários”, prossegue Isabela. 

Nada mais verdadeiro! Café especial moído na hora, feito com água filtrada, é mais que meio caminho andado para um ótimo resultado na xícara. Os demais componentes e variáveis do processo vão depender muito da preferência e do gosto de cada um.

É fundamental, porém, que os utensílios utilizados sejam de boa procedência, para que não interfiram na integridade da bebida, ou mesmo coloquem em risco a segurança e a saúde de quem consome. Lembramos que esses equipamentos são submetidos a alta temperatura da água e, por isso, devem resistir ao calor sem avarias nas peças ou interferência no aroma e sabor do café. Além disso, os utensílios de marcas conhecidas possuem certificação do Inmetro, que atesta a qualidade e durabilidade do produto, fatores que contam muito, principalmente para quem faz uso profissional.

Veja, abaixo, alguns produtos bem úteis na hora de preparar um bom café, e os diferenciais apresentados pelos fabricantes:

Moinho manual

A Hario oferece diversos modelos de moinho manual, todos utilizando esmeris de cerâmica em vez de lâminas, o que gera pouco atrito e não produz calor, mantendo todas as características da torra dos cafés especiais. Na verdade, esses esmeris raspam os grãos, ao invés de triturá-los, como acontece nos moinhos de lâminas de metal. O utensílio pode ser ajustado para diferentes tipos de moagem.

O modelo Canister Hario possui um recipiente inferior de vidro e tampa de acrílico para armazenamento do café, com capacidade para 120 g. Os modelos Column e Dome são feitos de madeira e têm capacidade para 40 g e 35 g, respectivamente. Há ainda opções para 24 g e 100 g.

Chaleira

 A linha FPRO traz dois modelos de chaleiras, ambos cheios de charme: a mini chaleira, com opção em teflon ou inox, com capacidade para 350 ml, e a chaleira de aço inox com alça de madeira, para 700 ml, que pode ser levada ao fogo. Ambos os modelos possuem bico anatômico para melhor controle do fluxo de água.

Já o modelo Buono 10 da Hario está disponível nas versões para 1 litro e 1,2 litros. Usada tanto por baristas profissionais quanto pelos coffee lovers, a chaleira Buono também traz o bico “pescoço de ganso”, que permite controlar o fluxo contínuo da água quente. Seu formato de colmeia ajuda a conservar a temperatura da água por mais tempo. Possui acabamento em aço inoxidável e pode ser levada ao fogão a gás ou elétrico. 

Hario V60

O mais querido e popular método gourmet de preparo de café alia a simplicidade à capacidade ímpar de realçar as notas de aromas e sabores da bebida. 

O coador possui uma abertura central maior do que os modelos convencionais, que permite um perfeito fluxo de água. As ranhuras internas em espiral facilitam a expansão do pó e criam um espaço entre o filtro de papel e o coador, possibilitando que a água escorra de forma uniforme. 

O V60 possui três tamanhos, nas versões cerâmica, vidro, acrílico e plástico. Recomenda-se o uso do filtro de papel V60, exclusivo da Hario, para uma melhor extração. O formato de cone do filtro se adapta perfeitamente ao coador, sem dobras indesejadas que prejudiquem fluxo da água.

Drip Station

O modelo da FHOME é bem versátil, com design moderno e elegante. O suporte de aço tem acabamento com pintura eletrostática e vem com um protetor de borracha imantada. É compatível com vários modelos de coadores de café disponíveis no mercado, inclusive o coador de pano. 1 ano de garantia (contra defeitos de fabricação).

Já o modelo da Hario é de acrílico transparente e se encaixa perfeitamente às peças necessárias ao preparo do método V60: coador com filtro, jarra e balança. Possui uma grelha em sua base para coletar o café que pode ficar pingando ao retirar a jarra para servir. 

A grande vantagem do Drip Station é poder pegar a sua xícara ou jarra após filtrar o seu café, sem se preocupar em onde colocar o coador, pois ele já está suspenso em um suporte próprio.

Para os amantes da precisão no preparo do café, o Drip Station facilita a medição da quantidade da bebida extraída. Coloca-se a balança na base do suporte e a xícara sobre ela, ficando o coador isolado na parte superior do utensílio.

Saiba mais sobre a experiência do preparo do café no Drip Station.

Lembrando que nenhum utensílio, por si só, fará um bom café. O importante é ter grãos para moer na hora, de preferência, ou pó de boa qualidade! 

Deixe seu comentário